Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008

Confesso / Trancado / Nua / Pra Rua Me Levar / Encostar Na Tua

 

Ana Carolina

 

Confesso acordei achando tudo indiferente
Verdade acabei sentindo cada dia igual
Quem sabe isso passa sendo eu tão inconstante
Quem sabe o amor tenha chegado ao final

Não vou dizer que tudo é banalidade
Ainda há surpresas mas eu sempre quero mais
É mesmo exagero ou vaidade
Eu não te dou sossego, eu não me deixo em paz

Não vou pedir a porta aberta é como olhar pra trás
Não vou mentir nem tudo que falei eu sou capaz
Não vou roubar teu tempo eu já roubei demais

Eu tranco a porta
Pra todas as mentiras
E a verdade também está lá fora
Agora a porta está trancada

A porta fechada
Me lembra você a toda hora
A hora me lembra o tempo que se perdeu
Perder é não ter a bússola
É não ter aquilo que era seu
E o que você quer?
Orientação?

Eu vou contar pra todo mundo
Eu vou pichar sua rua
Vou bater na sua porta de noite
Completamente nua
Quem sabe então assim
Você repara em mim
Quem sabe então assim
Você repara em mim

Não vou viver, como alguém que só espera um novo amor
Há outras coisas no caminho aonde eu vou
As vezes ando só, trocando passos com a solidão
Momentos que são meus e que não abro mão

Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora

Vou deixar a rua me levar
Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar
E eu vou lembrar você

Vou deixar a rua me levar
Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar
E eu vou lembrar você

É... mas tenho ainda muita coisa pra arrumar
Promessas que me fiz e que ainda não cumpri
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar
Coisas minhas, talvez você nem queira ouvir

Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra gente agora

Vou deixar a rua me levar
Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar
E eu vou lembrar você...

Eu quero te roubar pra mim
Eu que não sei pedir nada
Meu caminho é meio perdido
Mas que perder seja o melhor destino

Agora não vou mais mudar
Minha procura por si só
Já era o que eu queria achar
Quando você chama meu nome
Eu que também não sei aonde estou
Pra mim que tudo era saudade
Agora seja lá o que for

[2x]
Eu só quero saber em qual rua
Minha vida vai encostar na tua

O QUE TEMOS NO BAÚ...: , ,
Publicado por Tatiane Lima às 02:37
Link do post | DEIXE SEU RECADO | ADD O BAÚ EM FAVORITOS
Sábado, 2 de Fevereiro de 2008

Carvão - Ana Carolina

Composição: (Ana Carolina)

Surgiu como um clarão
Um raio me cortando a escuridão
E veio me puxando pela mão
Por onde não imaginei seguir
Me fez sentir tão bem, como ninguém
E eu fui me enganando sem sentir
E fui abrindo portas sem sair
Sonhando às cegas, sem dormir
Não sei quem é você

O amor em seu carvão
Foi me queimando em brasa num colchão
E me partiu em tantas pelo chão
Me colocou diante de um leão
O amor me consumiu, depois sumiu
E eu até perguntei, mas ninguém viu
E fui fechando o rosto sem sentir
E mesmo atenta, sem me distrair
Não sei quem é você

No espelho da ilusão
Se retocou pra outra traição
Tentou abrir as flores do perdão
Mas bati minha raiva no portão
E não mais me procure sem razão
Me deixa aqui e solta a minha mão
Eu fui fechando o tempo, sem chover
Fui fechando os meus olhos, pra esquecer
Quem é você?
Quem é você?
Quem é você?
Você...

O QUE TEMOS NO BAÚ...:
Publicado por Tatiane Lima às 03:37
Link do post | DEIXE SEU RECADO | ADD O BAÚ EM FAVORITOS
Quinta-feira, 13 de Setembro de 2007

Uma Louca Tempestade - Ana Carolina

 

Composição: Totonho Villeroy e Bebeto Alves

 

Eu quero uma lua plena
Eu quero sentir a noite
Eu quero olhar as luzes
Que teus olhos
Não me têm
Deixado ver
Agora eu vou viver...

Eu quero sair de manhã
Eu quero seguir a estrela
Eu quero sentir o vento
Pela pele
Um pensamento me fará
Uma louca tempestade...

Eu quero ser
Uma tarde gris
Quero que a chuva
Corra sobre o rio
O rio que por ruas
Corre em mim
As águas que
Me querem levar
Tão longe
Tão longe que
Me façam esquecer
De ti...

Eu quero partir de manhã
Eu quero seguir a estrela
Eu quero sentir o vento
Pela pele um pensamento
Me fará
Uma louca tempestade...

Eu quero uma lua plena
Eu quero sentir a noite
Eu quero olhar as luzes
Que teus olhos
Não me têm deixado ver
Agora eu vou viver...

Eu quero ser
Uma tarde gris
Quero que a chuva
Corra sobre o rio
O rio que por ruas
Corre em mim
As águas que
Me querem levar
Tão longe
Tão longe que
Me façam esquecer
De ti...(2x)

Tão longe que
Me façam esquecer
De ti...

O QUE TEMOS NO BAÚ...:
Publicado por Tatiane Lima às 02:41
Link do post | DEIXE SEU RECADO | ADD O BAÚ EM FAVORITOS

Garganta

Ana Carolina

Composição: Totonho Villeroy

Minha garganta estranha
Quando não te vejo
Me vem um desejo
Doido de gritar...

Minha garganta arranha
A tinta e os azulejos
Do teu quarto, da cozinha
Da sala de estar...(2x)

Venho madrugada
Perturbar teu sono
Como um cão sem dono
Me ponho a ladrar...

Atravesso o travesseiro
Te reviro pelo avesso
Tua cabeça enlouqueço
Faço ela rodar...(2x)

Sei que não sou santa
Às vezes vou na cara dura
Às vezes ajo com candura
Prá te conquistar...

Mas não sou beata
Me criei na rua
E não mudo minha postura
Só prá te agradar...(2x)

Vim parar nessa cidade
Por força da circunstância
Sou assim desde criança
Me criei meio sem lar...

Aprendi a me virar sozinha
E se eu tô te dando linha
É prá depois te, Han!...

Aprendi a me virar sozinha
E se eu tô te dando linha
É prá depois te abandonar...(4x)

Minha garganta estranha!!...

Aprendi a me virar sozinha
E se eu tô te dando linha
É prá depois te abandonar
Eh! Eh!...

Aprendi a me virar sozinha
E se eu tô te dando linha
É prá depois te abandonar...


O QUE TEMOS NO BAÚ...:
Publicado por Tatiane Lima às 02:33
Link do post | DEIXE SEU RECADO | ADD O BAÚ EM FAVORITOS

"E as lágrimas que choro, branca e calma, Ninguém as vê brotar dentro da alma! Ninguém as vê cair dentro de mim!" FLORBELA ESPANCA

Ganhe dinheiro postando artigos

QUEM SOU...

REVIRAR O BAÚ

 

Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


BAÚ ATUALIZADO

Confesso / Trancado / Nua...

Carvão - Ana Carolina

Uma Louca Tempestade - An...

Garganta

ENCONTRE NO BAÚ

O QUE TEMOS NO BAÚ...

todas as tags

ÁREA VIP

Boa Sorte / Good Luck

Kid Abelha - Grand Hotel

APENAS MAIS UMA DE AMOR -...

FESTIVAL DE INVERNO BAHIA...

Lenine - Hoje eu quero sa...

Capital Inicial - Primeir...

Todo azul do mar

Flavio Venturini e Beto G...

EXPRESSOS

subscrever feeds

FLASHS DO BAÚ